Se você está começando como Gestor de TI, ou pensa em se tornar um, receba dicas para ter sucesso nessa posição (é grátis)!

Visão geral

COBIT 5 está focado em governança corporativa de TI, deixando claro a distinção entre governança e gestão. Provê um framework que auxilia as corporações a atingirem suas metas e entregar valor por meio de uma efetiva governança e gestão da TI corporativas.

Aqui poderia começar a descrever os princípios, conceito de habilitadores, cascateamento de objetivos etc, mas já estaria fugindo do meu objetivo principal que é a parte prática.

Por que implantar COBIT????

Para que eu preciso de COBIT em minha corporação? ITIL não é suficiente? Você já se fez essas perguntas?

Todos nós já ouvimos a frase “Alinhar a TI ao negócio”, bem, COBIT nos ajuda a realizar esse alinhamento.

Os “Stakeholders” não estão lá muito interessados no mundo de “TI”. Eles querem apenas saber, se seus objetivos estratégicos estão sendo atingidos e consequentemente se a corporação está ou não sendo lucrativa e trazendo resultados. No nosso caso, se a TI está gerando valor para o negócio.

Para cada decisão a ser tomada em relação ao futuro de um negócio (Necessidades das Partes Interessadas), você deveria responder a 3 perguntas:

  • O que eu posso fazer para alcançar um benefício (objetivo) (Realização de Benefícios)?
  • O que eu posso fazer para reduzir o risco do meu negócio (Otimização do Risco)?
  • Como posso otimizar meus recursos, ou seja, ter menos gastos (Otimização dos Recursos)?

O COBIT 5 define 17 objetivos genéricos para a corporação. Objetivos que são comuns em quase todas as empresas. Na sua empresa pode não ser chamada exatamente dessa forma, mas o sentido é o mesmo.

Para cada objetivo há a indicação para cada uma das perguntas descritas acima, se o objetivo é “Primário (P)” ou “Secundário (S)”. Exemplo: “1.Valor dos investimentos da organização percebidos pelas partes interessadas”, atende principalmente à necessidade dos stakeholders “Realização de Benefícios”, mas também atende à “Otimização dos Recursos”, só que de forma secundária, adicional.

Define também 17 objetivos para a área de TI alinhados aos da corporação:

Você deve ter notado a coluna “Dimensão BSC”. Grandes corporações utilizam uma metodologia de medição e gestão de desempenho, chamada BSC (Balanced Score Card), que busca a maximização dos resultados baseados em quatro dimensões (ou perspectivas) que refletem a visão e estratégia empresarial: financeira, clientes, processos internos e aprendizado e crescimento.

Para maiores informações sobre BSC, comece lendo o Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Balanced_scorecard

Para uma visão de BSC para a área de TI, caso sua companhia utilize BSC e deseje se aprofundar na gestão de sua área, alinhada ao modelo de gestão de sua corporação, sugiro que leia esse artigo no site do ISACA “The IT Balanced Scorecard – A Roadmap to Effective Governance of a Shared Services IT Organization”.

Se puder, leia também esse livro “Implementing The IT Balanced Scorecard – Aligning IT with Corporate Strategy” de Jessica Keyes. No Google Books você consegue ter acesso a algumas partes do livro, ou pode adquiri-lo na Livraria Cultura.
Sinopse: The goals of an IT balanced scorecard include the alignment of IT plans with business objectives, the establishment of measures of IT effectiveness, the directing of employee efforts toward IT objectives, the improved performance of technology, and the achievement of balanced results across stakeholder groups. CIOs, CTOs, and other technical managers can achieve these goals by considering multiple perspectives, long- and short-term objectives, and how the IT scorecard is linked to other scorecards throughout their organizations. ‘Implementing the IT Balanced Scorecard – Aligning IT with Corporate Strategy’ lays the groundwork for implementing the scorecard approach, and successfully integrating it with corporate strategy. This volume thoroughly explains the concept of the scorecard framework from both the corporate and IT perspectives. It provides examples, case histories, and current research for critical issues such as performance measurement and management, continuous process improvement, benchmarking, metrics selection, and people management. The book also discusses how to integrate these issues with the four perspectives of the balanced scorecard; customer, business processes, learning, and innovation and financial.

Um exemplo…

O relacionamento completo entre os objetivos da corporação e os da área de TI, você poderá encontrar no Apêndice C – Mapeamento Detalhado dos Objetivos de TI – Processos de TI, página 54 do “Framework”. Aqui mostro apenas uma parte da tabela, a título de ilustração:

Para que o objetivo “09 Agilidade de TI” possa ser alcançado, a implementação de alguns processos, contribuiriam de forma direta ao atingimento do objetivo:

APO01 Gerenciar a Estrutura de Gestão de TI
APO03 Gerenciar Arquitetura da Organização
APO04 Gerenciar Inovação
APO10 Gerenciar Fornecedores
BAI08 Gerenciar Conhecimento
EDM04 Garantir a Otimização de Recursos

Alguns processos, caso fossem implantados, contribuiriam de forma indireta para o objetivo:

APO02 Gerenciar a Estratégia
APO05 Gerenciar Portfólio
APO07 Gerenciar Recursos Humanos
APO09 Gerenciar Contratos de Prestação de Serviços
APO11 Gerenciar Qualidade
APO12 Gerenciar Riscos
BAI02 Gerenciar Definição de Requisitos
BAI04 Gerenciar Disponibilidade e Capacidade
BAI05 Gerenciar Capacidade de Mudança Organizacional
BAI06 Gerenciar Mudanças
BAI07 Gerenciar Aceitação e Transição da Mudança
BAI09 Gerenciar Ativos
BAI10 Gerenciar Configuração
DSS01 Gerenciar Operações
DSS03 Gerenciar Problemas
DSS04 Gerenciar Continuidade
EDM01 Garantir a Definição e Manutenção do Modelo de Governança
MEA01 Monitorar, Avaliar e Analisar Desempenho e Conformidade

Imagine que você definiu que o processo “APO10 Gerenciar Fornecedores” será implantado nesse momento. Quais as atividades deverão ser desenvolvidas?

No toolkit você encontrará a planilha “12.COBIT5-Governance-and-Management-Practices-Activities.xls”. Na aba “Processes-Practices” filtrando pelo Domain “Align, Plan and Organize” e pelo Process ID “APO10”, você terá as práticas que compõem o processo.

Defina as práticas a serem implementadas.

Na mesma planilha na aba “Activities” você encontrará todas as atividades a serem desenvolvidas para as práticas escolhidas. Por exemplo: para a prática “APO010.05 Monitor Supplier performance and compliance”, as atividades são:

Os objetivos foram alcançados?

Ok. Mas se eu tenho que atingir um objetivo, tenho que ter uma forma de medir o desempenho do meu processo. Para isso precisamos definir as métricas que serão utilizadas na medida. Essas métricas você pode encontrar no “COBIT 5 Enabling Processes”:

Portanto para que o processo “APO10 Gerenciar Fornecedores” pudesse ser considerado bem sucedido, e consequentemente contribuindo para que o objetivo “09 Agilidade de TI” estivesse sendo atingido, as métricas que deveriam ter bons indicadores, seriam:

  • Level of satisfaction of business executives with IT’s responsiveness to new requirements
  • Number of critical business processes supported by up-to-date infrastructure and applications
  • Average time to turn strategic IT objectives into an agreed-on and approved initiative

 

Gostou do post?

Gostaria muito de saber sua opinião sobre o conteúdo através de um comentário seu logo aqui abaixo.

Caso ele tenha sido útil para você, aproveite para compartilhá-lo com um amigo ou amiga que precise de idéias como essas para ajudar em seu dia a dia.

Se quiser que avise sempre que houver uma atualização, deixe seu email abaixo.

Informe seu email e clique no botão ENVIAR!

Até o próximo post!

2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *